quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

O cúmulo da coerência

A drogaria da minha rua não vende spray mata baratas porque o dono segue o Swami Aran, que diz ser pecado matar qualquer criatura viva.

7 comentários:

Teresa disse...

Amiga, se bateres palmas antes de entrar na despensa ou abrir as gavetas, elas escondem-se!! Assim, não temos que as ver!! e o convivio é pacifico!!!!è só avisar que chegamos! isto claro, onde não há ar condicionado!Felizmente no quarto há!Beijos.....

2numundo disse...

teresa, passei pelo mesmo. não que quisesse matar baratas, porque também não mato seres vivos, mas num dia que me passeava pelas ruas, fui parado por um senhor que me disse para parar porque uma barata atravessava o passeio e não tinha necessidade de a matar. é por isso que amo a índia!

eduardo disse...

Há religiões (ou crenças) para todos gostos e feitos... Mas realmente há limites para tudo. Baratas??? Coitaditas.

Helena Almeida disse...

Goi!!
Desculpem-me as pessoas que se possam sentir ofendidas com as minhas próximas palavras... é que, por mim, todo o spray é pouco!!!
Em Surat não há lojas dos chineses?:) Aí de certeza que encontras!
BEIJOS!!

Teresa disse...

LOL! Queres que te envie algum pelo correio?

fernandesmariateresa disse...

Querida, ainda bem que na India Há liberdade religiosa, senão não havia mesmo sprayyyyyyyyy.
Bjs

Queiroz disse...

Devo confessar que me solidarizo com as tuas preocupações...também não sou muito fã da bicharada...por perto!
Tens sempre a hipótese de comprar nos leilões na net!
Se for preciso enviar, dispõe...
Beijo

Creative Commons License
Em Fila Indiana by Teresa Calisto is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Portugal License.
E voce, blogaqui?
Directorio de Blogs Portugueses