quinta-feira, 18 de junho de 2009

Parabéns a Mim

As comemorações foram retomadas à meia noite (fuso horário indiano) com as primeiras chamadas de novos amigos e da família. Quatro horas e meia depois, toca a interromper o sono de beleza, porque quando as badaladas da meia noite soaram em Portugal, os papás foram impelidos a acordar a menina. E pronto, mais parabéns. Acordar uma pessoa noctívaga de madrugada é perigoso, em Surat ainda mais. Fiquei aos saltinhos na cama, cheia de vontade de ir prá festa e sem festa pra onde ir. Mas lá me convenci a adormecer outra vez. Foi uma longa discussão e não se quem ganhou, a verdade é que quando o despertador tocou, eu acordei, por isso devo ter adormecido.
 
Na sala tinha uma faixa de aniversário e imensas mini-prendas da minha colega de apartamento: muitos chocolates! Quem me conhece sabe que me podem dar um iman de frigorífico: desde que venha embrulhado, eu fico toda contente. Passado uns minutos, a minha vizinha Sangueeta bate-me à porta e oferece-me um top que ela desenhou.
 
Super foto tirada pela Txampa Madam, mãe da Sangeeta e pouco habituada às modernices das máquinas digitais.
 
Foi a primeira surpresa a sério, porque eu estava  convencida que a tradição indiana era a aniversariante dar rebuçados às pessoas que conhece e, basicamente, as celebrações ficavam por aí. Nunca vi grande troca de prendas nos aniversários que presenciei. Entretanto comecei com a minha distribuição dos rebuçados de chocolate que tinha comprado no dia anterior. Incluí o jeitoso vendedor de bananas, que está à porta do meu escritório na minha rede de distribuição e acho que esse pequeno gesto o catapultou para a fama.
 
A meio da manhã, tive mais uma surpresa. Quando a Divyanka chegou ao escritório. Trazia rosas que os meus colegas me ofereceram, dois postais e uma moldura com duas fotos nossas.
 
 
 
 
A minha secretária, habitualmente bastante sóbria (e desarrumada), ficou linda, com tudo afixado, incluindo o papel de embrulho.
 
 
 
Ao final da tarde, quando toda a gente voltou ao escritório (alguns elementos tinham ido a um workshop) tive direito a mais prendas, bolo de chocolate e chantili na cara.
 
 
 
 
 
As celebrações terminaram com um jantar não vegetariano com a Louise e a Divyanka, num restaurante onde nunca tinha ido e onde a comida me lembrou o que se come nos restaurantes indianos em Portugal, o que também foi uma agradável surpresa.
 
"How can I be old? I haven't grown up yet!!"
 
 
 
Já em casa, a receber as últimas chamadas do dia, de repente todas as luzes do bairro foram abaixo. Confesso que estava à espera que a Ashwini Kumar Road me começasse a cantar os parabéns. Mas era apenas um apagão, o primeiro desde que aqui estou. Foi engraçado terminar o dia no corredor, envolvida pelo vento e pela escuridão, com a minha vizinha a ensinar-me nomes de animais em gujarati.
 
A todos os que me mandaram e-mails, mensagens, presentes e comentários o meu sincero, sentido, melado, apertado, do fundo do coração, com lágrima no canto do olho, Muito Obrigada. Não foi só a Índia que tornou este um aniversário que nunca irei esquecer.

11 comentários:

Vagamundos disse...

Oh! Chegamos atrasados. No entanto, aqui vão os PARABÉNS deste casal que pelas tuas palavras vai conhecendo um pouco mais da cultura Indiana.
Bjs

Teresa Queirós disse...

Olá, Parabéns

Também me chamo Teresa e sou uma leitora assídua do teu blog.
Um beijo enorme apesar de não nos conhecermos pessoalmente, mas que faço votos de que quando regressares a Portugal, tomar-mos um café ou um chá ... :)
Teresa Queirós
Jornal Matosinhos Hoje

eduardo disse...

Uma vez mais parabéns.

Aurora - Ló disse...

AINDA BEM QUE OS TEUS ANINHOS FORAM BEM FESTEJADOS. TU MERECES.
BEIJINHOS GRANDES. A NOSSA PRENDA DEVE ESTAR A CHEGAR.

Inês disse...

Eu venho atrasada mas não quero deixar de dar os parabéns :) Adoro esta proximidade que os blogs trazem a quem vive do outro lado do Mundo :)

Anónimo disse...

Adoro que tenhas sentido tanto calor humano á tua volta. A reportagem fotografica está girissima. A tu a oto e a D já são a minha imagem de fundo.
Parabens a TI que és uma SUPER FILHA E MULHER!
beijinhos

Anónimo disse...

P.S.SÓ foi pena o coro de Ashwani Kumar Road não ter actuado. São uns atrasados!!

(' ') disse...

Embora ainda não tenhamos sido apresentadas oficialmente : ) deixo umas parabenzocas, à simpática aniversariante.

Também beijinhos aniversariantes e obrigada pela visita e bem vinda à Taberna Holandesa!

P.S. Aproveito para deixar aviso aos navegantes (especialmente aos Vagamundos) que me encontro impossibilitada de comentar no meu próprio blogue mas o Gato Zorbas fará as honras do estabelecimento.

[gatozorbas] disse...

Hoje os copos são por conta da casa. Parabéns e boas viagens: a dos pés e a da alma.

Queiroz disse...

Como de costume, chego sempre ao entardecer...como o pássaro de Minerva. Desta vez, com os votos de felicidades por essa dezena e pico de aniversários, pelo que deduzo das fotos.
Felicidades e que continues a abrir presentes e mensagens às centenas.
Com um carinho especial...para datas especiais...e pessoas especiais!

Teresa Calisto disse...

Muito obrigada a tod@s, os que chegaram a horas e os atrasados, porque os Parabéns sabem sempre bem!

Teresa Queirós: Chazinho, claro que sim, com todo o gosto.

E um BENVINDOS cheio de especiarias a todos os novos visitantes alinhados!

Creative Commons License
Em Fila Indiana by Teresa Calisto is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Portugal License.
E voce, blogaqui?
Directorio de Blogs Portugueses