sexta-feira, 5 de junho de 2009

Liberdade

Na sociedade Indiana, todas as decisões importantes da vida de um indivíduo, já foram tomadas. A única liberdade que temos é de aceitá-las com alegria ou tristeza.
Tradução livre do Livro "Pray"

2 comentários:

otília gradim disse...

Estou mesmo a ver que um dia destes fazes uma revolução ;))

beijokas

Queiroz disse...

As tuas duas frases têm uma densidade que não consigo calar!
Para quem esteve a falar da existência, de Sartre, do Maio de 68, obrigarem-nos a ter de aceitar um destino e aprender, ou não, a ser feliz com ele, é a negação da Liberdade.
Por cá, infelizmente,estão a começar a surgir indícios desse determinismo que se justifica por "razões sociais"
Não pude deixar de sentir a liberdade de deixar este comentário.
Beijinhos...sem formato algum!

Creative Commons License
Em Fila Indiana by Teresa Calisto is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Portugal License.
E voce, blogaqui?
Directorio de Blogs Portugueses