domingo, 14 de dezembro de 2008

Itinerário

Estou em preparativos para deixar Nova Deli. Na próxima 3ª-feira, parto no comboio das 16h com os outros voluntários. Cerca de 20 horas depois, devemos chegar a Ranchi onde vamos assistir ao Program Area Review, uma avaliação anual que a ong inglesa leva a cabo para definir o plano de acção dos meses seguintes. Não serão uns dias muito excitantes, porque segundo temos ouvido, a cidade é bastante pequena e tem pouco para oferecer. Mas vai ser uma oportunidade para conhecer todos os voluntários que estão na Índia e (quase) todas as ongs indianas que os recebem. Não sei como serão as facilidades de acesso às ondas do éter, portanto a ausência de contactos não deve ser motivo para alarme.

Até ao meu regresso, deixo-vos uma pequena pérola: aqui, como em tantos outros países, à entrada e saída dos monumentos mais turísticos, somos atacados por vendedores ambulantes que, apetrechados até aos dentes dos mais diversos materiais, nos tentam vender o que de mais inútil e feio existe. Ficam aqui as 3 melhores mercadorias que nos foram oferecidas nas últimas semanas:

- quadro preto portátil: uma espécie de pergaminho em plástico preto onde se pode escrever com giz. Local: Nova Deli, Pragati Maidan Trade Fair.
- chicote: uma peça horrenda e gigante, de pele, com tachas e plumas no punho, pela módica quantia de 50 dólares. Local: Agra, Taj Mahal;
- bigode e barba: como os que se compram para o carnaval. Local: Nova Deli, Red Fort.

6 comentários:

fernandesmariateresa disse...

Sei que estás ansiosa por chegar a Surat.
Desejo que tudo corra bem em Ranchi e boa viagem para Surat.
Beijos

Queiroz disse...

Olá...longa viagem que se vai iniciar, em todos os sentidos. Sei que encontrarás as formas certas de a realizares.
Até breve...ficamos a aguardar que tenhas comunicações.

Helena Almeida disse...

Goi!!
Há já dez anos, demorei 24 horas de Braga a Barcelona... parece irreal mas é verdade. A viagem de finalistas foi incrível, com mais este episódio para contar, mas o certo é que lá consegui aguentar 24 horas dentro de uma camioneta, sem qualquer tipo de dormida. Cheguei arrasada... mas cheguei!
Não pretendo, sequer, comparar as estradas portuguesas e espanholas aos caminhos-de-ferro indianos, mas não tenho a menor dúvida que essas 20 horas de viagem vão "voar". Até porque acredito que o teu maquinista não se vai perder no caminho... e não vai precisar da ajuda de algum passageiro para que lhe veja o mapa para saber como chegar a Ranchi.
Já deves estar a imaginar a minha aventura de há uma década:)
Pensa positivo: no comboio é sempre em frente!
Agora mais a sério... desejo-te uma óptima viagem, não te esqueças de levar água e fruta porque, pelos vistos, por aí vendem é bigodes e chicotes... adereços mais próprios para outros filmes:)
BEIJOS!!

V.I.P. disse...

Bloguemos então, Schmanúni!
Análises realizadas finalmente, cumplicidade qb, e aqui vai o criptograma.

Escreves com um enorme realismo, é como revisitar Eça, e actualizá-lo.

O mundo é redondo e a tua India... é já aqui!? Ouviste-me!? Eu sempre disse que esses olhos ouvem como ninguém.

Um beijão do
V.I.P.

V.I.P. disse...

Hey SCHMÁNI,

Gosto muito de ti, e apaixono-me pelo modo como escreves.

O V.I.P. tá sempre contigo e em pulgas por SURATAR.

Olhos bem abertos!

Beijão

CHÁ DE TÍLIA disse...

A viagem parece prometer muitas historias ;) diverte-te! bjs

Creative Commons License
Em Fila Indiana by Teresa Calisto is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Portugal License.
E voce, blogaqui?
Directorio de Blogs Portugueses