segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Jardins Lodi


Deli é uma cidade coberta por uma constante camada de pó e de fumo de tubo de escape. Foi a minha grande surpresa quando cheguei cá. Estava à espera de encontrar muito lixo no chão, mas não no ar, o que é falta de raciocínio porque com a quantidade de pessoas que aqui vive e o ritmo de crescimento da cidade, só podia haver estes níveis de poluição. O ar parece granuloso e demora uns dias até nos habituarmos e conseguirmos respirar normalmente. Perto do Indian Social Institute onde estamos alojados ficam os Lodi Gardens, onde fomos no Domingo passado. Vê-se lá muitos estrangeiros que vivem em Deli a jogar badminton e futebol e curiosamente, muitos casais de namorados de mão dada, que é coisa que não se vê em mais nenhum lado. O jardim tem fama de actividades mais explícitas, mas não testemunhamos nada ao vivo.
No centro do Jardim tem dois monumentos fabulosos, ruínas de uma mesquita e de uns túmulos. São fabulosos e dão uma imagem mais aproximada daquela ideia romântica que acho que todos temos da Índia.

9 comentários:

Teresa disse...

Belas fotos, miga! Os jardins parecem apraziveis. Sabes que acho que é o facto de viver muita gente numa espaço tão pequeno, por exemplo, Luanda é uma cidade pequena, que acumula muita poluição! E o pó de qua falas, aqui em Luanda também se sente, chego a casa toda empoeirada! mas acho que ai é diferente, a terra é vermelha? raramente se vê o céu azul! Tem o pó e depois as nuvens!

Eurixo Merich disse...

Que grande foto, esta última... É pena a poluição do ar mas como tu dizes faz sentido, por muita pena que assim seja, mas também se calhar muito graças a isso se consegue certas tonalidades de cores no ar.
Realmente tens montes de coisas bonitas para ver, continua com a foto reportagem ;)
:D
Beijos

Annelise disse...

Belas fotos, excelente descrição. Com o capricho que te é peculiar. Senti ainda mais saudades de ti.

João disse...

Cara Teresa

Simplesmente fantástica. Beijinhos
João Leite Ribeiro

ana raquel disse...

A Teresa falou-me do teu blog e não resisti a cuscar.
As vossas experiências - a tua e a da Teresa - fascinam-me e,conforme alguém já referiu, a tua foto-reportagem está excelente. Já fizeste crescer mais o bichinho de visitar tão distantes paragens...
Boa estadia.

fernandesmariateresa disse...

Cheguei da escola e vim logo ver se havia novidades. Como já disse em cima os jardins são lindos, mas a beleza da ocidental que lá está não os deixa brilhar tanto.
Espero que a estejas melhor da tua alergia.
Muitos beijinhos

Aurora - Ló disse...

Olá Tete!

Eu e a minha rica mãe temos seguido a tua aventura tim tim por tim tim e é para continuar! As descrições estão fantásticas e as fotos "um must"! Quanto ao que tu viste ontem, imagino que seja difícil lidar com tanta pobreza, mas o nosso mundo é mesmo assim, "uns com tudo e outros sem nada". Bem, por hoje é tudo. Beijinhos da tua afilhada e tia Ló

Queiroz disse...

As tuas descrições são uma delícia. Nenhum sentido fica sem funcionar. A continuares neste estilo vamos ter publicação saída das brumas da poluição.
Fica bem…

Ana Máximo disse...

Olá Teresa.
Grandes e lindas fotos...mas nada que se compare com a beleza das tuas palavras...
Tudo de bom, bem o mereces.
Beijão

Creative Commons License
Em Fila Indiana by Teresa Calisto is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Portugal License.
E voce, blogaqui?
Directorio de Blogs Portugueses